terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Autor do mês: Neil Gaiman

Olá leitores, hoje vim com mais um autor do mês (que acontece a cada 15 dias) e o autor escolhido é ninguém menos que o meu queridinho Neil Gaiman.
Adoro a escrita dele e meu livro favorito é Coraline (clique aqui para conferir a resenha).
 Mas vamos parar de conversa e vamos ao que interessa.  Vou fazer um pouco diferente dessa vez, espero que gostem.


Nascimento: 10 de novembro de 1960.

Local: Inglaterra

Áreas de atuação: Romancista, escritor e roteirista de quadrinhos.

Trabalhos de destaque: Sadman, Stardust, Deuses Americanos, Coraline e The Graveyard Book.











Biografia resumida

Após ser rejeitado por várias editoras, Gaiman adotou o jornalismo como meio de ajudá-lo a si próprio para fazer publicações mais tarde, então começou entrevistando pessoas e escrevendo críticas literárias.
Depois de ter se tornado amigo do famoso roteirista Alan Moore, Gaiman começou a escrever quadrinhos. Escreveu duas histórias com seus colaborador favorito e amigo de longa data Dave McKean: Violent Cases e Signal to Noise. Mais tarde, firmou um contrato com a DC Comics que resultou na minissérie Orquídea Negra.

Escreveu uma quantidade enorme de quadrinhos para várias editoras, mas seu trabalho mais conhecido é a série Sandman, que narra as aventuras de Morpheus, a personificação do sonho. A série foi e ainda é uma sensação cultural, arrebanhando fãs ardorosos e tornando os quadrinhos respeitáveis a novos públicos.

Em 1991, Gaiman publicou os Livros da Magia, uma mini-série em quatro partes que relata uma excursão às partes mágicas e mitológicas do Universo DC. Com uma história focada num adolescente inglês que descobriu que tem por destino talvez se tornar o maior mago do mundo.

Gaiman escreve também canções, poemas e novelas, e escreveu a série de fantasia sombria Neverwhere para a rede de televisão BBC que adaptou mais tarde em uma novela.

Em 2003 participa, com Alan Moore, Moorcock e outros na colectânea Almanaque do Dr. Thackery T. Lambshead de Doenças Excêntricas e Desacreditadas - a doença contribuida por Neil é a "Crupe dos Doenceiros".

Em 2004 escreveu para a Marvel Comics a mini-série 1602 (que mostrava uma realidade alternativa em que os personagens principais da Marvel habitavam a época da inquisição) e assinou o contrato para mais um trabalho futuro para a editora. Em 2006 foi divulgado o seu novo trabalho para a Marvel: Uma ressurreição dos Eternos (The Eternals) personagens criados por Jack Kirby nos anos 70 e praticamente esquecidos depois do fim da série.

Em 2005 publicou um novo romance, chamado Anansi Boys lançado em 2006 no Brasil com o nome de Os Filhos de Anansi.

Em 2007, Robert Zemeckis fez o filme de Beowulf, baseado em um script escrito por Gaiman e por Roger Avary e o diretor Matthew Vaughn e a escritora Jane Goldman levaram às telas sua versão da graphic novel Stardust, com Robert De Niro e Michelle Pfeiffer no elenco.

Em 2006 lançou também seu mais novo livro de contos depois de Fumaça e Espelhos, chamado Fragile Things.


Principais obras publicadas no Brasil

O oceano no fim do caminho
Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.

Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

Coraline
A história de Coraline é de provocar calafrios. A narrativa dá muitas voltas e percorre longas distâncias, criando um ‘outro’ mundo onde todos os aspectos de vida são pervertidos e desvirtuados para o macabro. Ao mesmo tempo sutil e cruel, o autor gosta de desafiar as imagens simples dos livros infantis tradicionais. As crianças vão se deliciar com o frio que correrá em suas espinhas durante a leitura e ficarão até agradecidas por existir um escritor que finalmente se recusa a tratar com condescendência uma plateia ávida por empolgantes contos de terror.
No livro, a jovem Coraline acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração. Em uma tarde chuvosa, a menina consegue abrir uma porta que sempre estivera trancada na sala de visitas de casa e descobre um caminho para um misterioso apartamento ‘vazio’ no quarto andar do prédio. Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus “outros” pais. Na verdade, aquele parece ser um “outro” mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.


O mistério da estrela - Stardust
Tristan ama a jovem mais bela do vilarejo de Muralha. Para ser correspondido, ele atende aos caprichos da moça e lhe faz uma promessa quase impossível de cumprir. Uma estrela cadente que ambos vêem cair do céu valerá a mão de Vitória em casamento.
A determinação de trazer a estrela para o vilarejo fará com que o rapaz burle todas as regras e siga para a Terra Encantada, onde supostamente a estrela está. Então, Tristan se vê cercado por piratas voadores, gnomos guerreiros, bruxas esquisitas e sedentas por beleza e princesas do mal. Um mundo de magia está diante dele e tem início um conto de fadas surpreendente e nada convencional.
Neste lugar, os caminhos podem ser belos e sombrios, tristes e alegres, suspeitos e óbvios, mas sempre cheios de segredos. E todos, não só Tristan, estão em busca daquela que parece guardar a solução para todos os problemas do reino mágico. Acontece que a estrela está triste e sem esperança. O maior desafio do jovem apaixonado, então, será fazer a estrela brilhar novamente.


Lugar nenhum
Em 'Lugar Nenhum' Neil Gaiman conta a história de Richard Mayhew, um jovem escocês que vive uma vida normal em Londres. Tem um bom emprego e vai se casar com a mulher ideal. Uma noite, porém, ele encontra na rua uma misteriosa garota ferida e decide socorrê-la. Depois disso, parecer ter se tornado invisível para todas as outras pessoas. As poucas que notam sua presença não conseguem lembrar exatamente quem ele é. Sem emprego, noiva ou apartamento, é como se Richard não existisse mais. Pelo menos não nessa Londres. Sim, porque existe uma outra - a Londres-de-Baixo. Constituída de uma espécie de labirinto subterrâneo, entre canais de esgoto e estações de metrô abandonadas, essa outra Londres é povoada por monstros, monges, assassinos, nobres, párias e decaídos - e é para lá que Richard vai.




Deuses americanos
Após a morte de sua esposa em um acidente de carro, Shadow é liberado da prisão antes de cumprir totalmente sua pena. Perdido, acaba por conhecer um homem misterioso, chamado Wednesday, que será muito mais importante na vida de Shadow do que ele imagina. Na verdade, Wednesday é um antigo deus, certa vez conhecido por Odin, o Pai de Todos. Ele está percorrendo os Estados Unidos a fim de reunir seus companheiros esquecidos para uma batalha épica contra as divindades do mundo moderno: internet, televisão, cartões de crédito, telefone, rádio... Shadow aceita ajudar Wednesday, e eles se lançam a uma tempestade psicoespiritual que se torna demasiadamente real em suas manifestações. A esposa morta de Shadow, por exemplo, continua a aparecer, e não apenas como um espectro - a dificuldade de ambos em manter seu relacionamento se torna sobriamente engraçada, assim como o resto do livro.


Atualmente estou lendo o livro "O oceano no fim do caminho" e é uma estória bastate envolvente e que pretendo terminar em breve.
Coraline é um dos melhores livro que li na vida, a estória é muito diferente das convencionais, Neil gaiman tem uma mente brilhante e acho que seus livros deveriam ser mais conhecidos do que realmente são.

Esse foi o autor do mês do blog, espero que tenham gostado e deixem nos comentários quem vocês querem ver no próximo mês. Na semana que vem vamos ter as capas pelo mundo.

Beijos, Bianca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário