segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Resenha: Suicidas, Raphael Montes

Livro: Suicidas;
Autor(a): Raphael Montes;
Páginas: 488;
Editora: Benvirá;
ISBN: 9788564065574.

Vocês já leram um livro tão bom e intrigante que ficaram sem palavras e não sabem nem como começar uma resenha? É assim que me sinto após ter terminado o livro Suicidas do Raphael Montes.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

TAG: Preferências Literárias



Oi leitores, como vocês estão?
Hoje vim trazer uma TAG que eu e a Renata do blog Whos That Girl, criamos. Estou muto feliz, adoro tags e sempre quis criar uma, pedi ajuda pra Re e criamos essa. É bem simples, basta responder as perguntas referentes á gêneros literários.

Espero que vocês gostem, fizemos de coração.

1 - Qual seu gênero literário favorito? 
R: Chick lit, sem dúvidas.

2 - Como você descobriu esse gênero? 
R: Eu não lembro direito, mas acredito ter descoberto assistindo aos vídeos da Aione Simões do canal Minha Vida Literária. Ela adora chick lits e vive indicando nos seus vídeos.

3- Você costuma ler livros só desse gênero ou procura ler outros também? 
R: Procuro ler de outros gêneros, mas sempre que tenho a oportunidade, eu leio do meu gênero favorito. <3

Imagem retirada da internet. Créditos, clique aqui
4 - Cite um personagem favorito que faça parte desse gênero literário
R: Eu sou péssima para lembrar nomes de personagens, então vou citar de um livro que estou lendo no momento que é a Samantha de "Samantha Sweet, executiva do lar". Ela é hilária e se mete em cada situação bizarra. Adoro o caráter dela, toda meiga e doce.


5. Cite o seu autor favorito do gênero.
R: Não li tantos autores desse gênero quanto gostaria, mas eu amo de paixão a Sophie Kinsella. Que mulher!


6. Você escreve? Se sim, se sente mais confortável escrevendo seu gênero favorito ou vai para todos os lados? 
R: Infelizmente só escrevo resumos e trabalhos sobre administração :c (área que estudo).


7 - Qual o gênero literário que você menos gosta? 
R: Olha, não posso dizer que já li muitos gêneros. Mas um que eu tento ler e não consigo, são os romances bem melosos á "La Nicholas Sparks". Aquele tipo de história não me desce.


8 - O que não te atrai nesse gênero?
R: Justamente o fato de ser meloso e ficar focado (na maioria das vezes) em apenas duas pessoas. Acho isso muito chato!

É bem rapidinha a tag, né? Quero que todos respondam, vou amar ver as respostas de vocês.

Convidados para responder a tag (e você que está lendo também).


Até a próxima.

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Book Haul dos últimos tempos


Oi gente, como vocês estão? Espero que bem!

Hoje resolvi trazer um post que eu amo ler em outros blogs e que faz tempo que não atualizo por motivos de: não estou comprando mais tantos livros. Eu amo comprar livros (até já chorei quando comprei alguns livros), porém com essa crise não tá pra fácil ninguém e estou comprando pouquíssimos livros.

Esse book haul é dos livros que comprei entre julho e agosto, então não lembro certinho dos dias. Espero que gostem.


segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Primeiras Impressões: Paris no Dia dos Namorados, por Renata Varela


Oi gente, como estão?

Hoje vim falar pra vocês as primeiras impressões que tive ao ler (as primeiras páginas) Paris no Dia dos Namorados, escrito pela querida Renata Varela <3

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Meu amor pela série A Mediadora

IMAGEM DA INTERNET. CRÉDITOS.

Eu realmente não sei como começar este post, estou á alguns minutos olhando para tela do word em branco e pensando no que escrever sobre essa série maravilhosa.

Já que estou perdida entre as palavras, irei contar como tudo começou. Pra quem sabe, sempre fui fã da Meg Cabot, temos um caso de amor e ódio. Teve uma época que eu não estava me dando bem com seus livros, mas existem altos e baixos, como em toda relação.

Tudo melhorou quando tive a brilhante iniciativa de ler A Mediadora. Todo mundo falava super bem da série e eu resolvi arriscar. E foi amor ao primeiro livro! Pra quem quiser tem resenha aqui.

Não consegui resenhar os outros livros porque li um atrás do outro, só parava quando não tinha na biblioteca e tinha que esperar chegar. E eu quase morria de ansiedade nessas esperas.

IMAGEM DA INTERNET. CRÉDITOS

Virei amiga da personagem e daquele mundo criada pela rainha Meg Cabot, quando acabei o sexto e último livro, meu mundo foi abaixo. Foi um dos únicos livros que me fizeram chorar no fim, eu simplesmente não conseguia acreditar que tinha acabado (até que fiquei sabendo que vai sair mais um da série ano que vem, yeh!).

Como eu amei a série (não sei se vocês já perceberam) quero que todo mundo ao meu redor leia os livros e se apaixone comigo. Resolvi listar alguns motivos que irão te fazer se interessar pela história.


  •  Personagens. Além de serem cativantes e com personalidade, eles te encantam e fazem você querer ser amigo deles. Eu iria amar ter o Jesse como amigo, iria ser incrível ouvir histórias de 1850.
  • Escrita. Que a autora tem uma escrita DI-VI-NA não é novidade, mas parece que aqui ela se superou e me fez ser ainda mais fã (me abraça Meg).
  • Diagramação. Tá, isso não tem a ver com a história, mas eu amo quando as letras são grandes e o espaçamento adequado, mais um ponto pra esses livros.
  • A história flui. se tem uma coisa que me deixa indignada é quando os livros enrolam. E em A Mediadora isso não acontece. Em todos os seis livros existem muitos acontecimentos e reviravoltas, não fica só naquele mundinho.


Esses são só alguns motivos, existem vários outros. Eu, infelizmente não tenho os livros comigo, por isso todas as imagens são retiradas da internet. Li todos os seis emprestados da biblioteca (te amo biblioteca), mas pretendo comprá-los para ter essa coleção linda e maravilhosa na minha estante.

Enfim, vocês deveriam ler A Mediadora. “Mas Bianca, o que a história se trata?”. Para mim, é um complexo de coisas, desde amizades, amadurecimento e romance. No todo, conta a história de Suzannah que consegue falar com os mortos e ajuda-los. Mas falar assim dos livros é um pouco supérfluo. A história vai muito além disso.

E ainda há quem diga que é uma simples história para adolescentes, eu não achei isso, esse livro me fez viajar para vários lugares e aprender muitas coisas.

E vocês já leram essa série? Se apaixonaram tanto quanto eu? Me fale nos comentários.
Até mais!