terça-feira, 1 de abril de 2014

Resenha: Querido John

Livro: Querido John;
Título Original: Dear John;
Autor(a): Nicholas Sparks;
Ano de publicação: 2010;
Páginas: 287;
Editora: Novo Conceito;
ISBN: 8563219022


John Tyree é um jovem rebelde que foi abandonado por sua mãe quando ainda era um bebê. Com isso, John foi criado por seu pai, um cara estranho, fissurado por moedas e pelas suas histórias.

Quando está na pior fase da sua vida, ele se alista no exército para tentar esquecer um pouco das coisas que fez e se tornar uma pessoa melhor.

John então é enviado para uma base na Alemanha e lá fica durante um ano inteiro, até que sua licença chega e ele pode ir para casa durante duas semanas. Ele resolve então aproveitar seu tempo ao máximo na praia, surfando (já que ele não tem um relacionamento bom com seu pai). Até que  acontece o inesperado, ele conhece Savannah, uma garota das montanhas com sotaque um tanto quanto engraçado.Os dois então começam a se conhecer e ficam cada vez mais apegados um ao outro.

Nossa história tem três partes: um começo, um meio e um fim. Embora seja assim que todas as histórias se desenrolam, ainda não consigo acreditar que a nossa não durará para sempre.

Mas como nem tudo são flores nas vidas desses dois jovens, a licença de John acaba  e ele tem que voltar para a Alemanha e o único meio de ele e Savannah se relacionarem é por cartas e telefone.
E é aí que todo o drama acontece, com uma reviravolta emocionante que faz você ter certeza que o verdadeiro amor existe.

Já tinha lido "Querido John" á três anos atrás, me recordo que não entendi direito a história e a achei chata e entediante. Porém, aconteceram algumas coisas na minha vida e como eu adoro relacionar o que estou passando com a leitura, resolvi comprar esse livro e relê-lo.

Reli com outros olhos e me emocionei muito. O livro é contado em primeira pessoa, na visão do próprio John. Assim, podemos ver seus pensamento e sentir seus sentimentos mais intensos.

Outra coisa que me comoveu muito, foi a relação de John com seu pai. Que muda muito ao decorrer da estória.

As letras do título são em alto relevo, o que dá um charme a mais á capa. A imagem do casal é da capa do filme, apesar de eu não gostar de fotos de pessoas em livros, achei essa simplesmente magnífica, o afeto e o carinho dos personagens transparecem bastante.
As letras da diagramação são grandes, mas o espaçamento entre as linhas é curto, o que dificultou muito, principalmente para eu que tenho problema de visão.

Ao todo, o livro é ótimo, mas tem que ter uma certa paciência, já que a história é um pouco parada e as coisas demorar para acontecerem. Nicholas Sparks conseguiu me reconquistar novamente nessa belíssima história.

Classificação:

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ai Bianca, acredita que eu não consigo ler os livros do Nicholas? Eu amo os filmes, aí penso que se eu ler o livro, vou acabar me decepcionando :/

    Beijos,
    Caroline, do criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, mas tenta, quem sabe você goste.
      Beijos.

      Excluir
  3. Estou com esse livro a um tempo na minha estante, mas tenho medo de ler e me decepcionar...
    Beijos,
    http://coemundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente já se decepcionou com ele ;/ mas não custa tentar (:
      Beijos.

      Excluir