quinta-feira, 24 de abril de 2014

Resenha: Em Chamas

Livro: Em Chamas;
Título Original: Catching Fire;
Autor(a): Suzanne Collins;
Ano de Publicação: 2011;
Páginas: 413;
Editora: Rocco;
ISBN: 9788579800641

Atenção, se você não leu "Jogos Vorazes" essa resenha pode conter spoiler sobre ele.

Depois de vencerem os Jogos Vorazes, Katniss e Peeta têm planos de desfrutar de suas vitórias boas e gloriosas da maneira mais tranquila possível. Mas isso falhará. Ao testar o poder da Capital no final dos Jogos quando Katniss ameaça se suicidar e a matar Peeta com amoras envenenadas, eles não imaginaram o quanto isso iria afetar a vida deles e das pessoas que eles amam.

Ele deve ser muito frágil mesmo, se um punhado de amoras pode derrubá-lo.

A Capital prova cada vez mais o seu poder, fazendo os Distritos sofrerem com a fome, o que aterroriza a todos e a esperança de melhoras só diminui.
Katniss, porém se torna um símbolo de resistência nos Distritos, o que causa uma fúria enorme no Presidente Snow. Além de ele saber que o amor entre Peeta e ela é tudo uma encenação, ele fica furioso com sua última performance na arena. É aí que Snow dá um ultimato, ou Katniss prova para Panem que tudo é sério ou ele acaba com a vida dela e das pessoas nas quais ela ama.

Setenta e cinco anos se passaram desde que os Jogos começaram, e esse é o ano do Massacre Quaternário (a cada vinte e cinco anos acontece uma "surpresa" para os competidores nunca esquecerem que já passaram por lá), onde dois vencedores de cada Distrito (um homem e uma mulher) terão que voltar a arena e passar pelos jogos novamente. No Distrito 12, há apenas três pessoas que foram fortes o suficiente para vencer, Haymitch, Peeta e Katniss. Katniss se vê sem saída, como única mulher vencedora de seu Distrito, ela está automaticamente dentro do Massacre Quaternário, o que causa uma enorme fúria, ela tem certeza que isso foi ideia do presidente Snow, querer fazer ela sofrer novamente, provando assim que quem manda no país é a Capital.

Agora, porém, as chances de sair com vida são menores, já que todos tiveram experiências muito boas com a arena. Mas, será que Katniss quer realmente sair com vida ou fará de tudo para salvar seu parceiro de Distrito?

Lembre-se, garota em chamas, ainda estou apostando em você.

Simplesmente não tenho palavras para expressar o quanto a sequência de “Jogos Vorazes” foi fantástica e bem elaborada. Katniss está mais corajosa do que nunca, apesar de estar muito confusa com tudo, tanto com os Jogos quanto com sua vida amorosa. E é aí que os fãs do nosso querido Gale ficam felizes, já que tem várias cenas de tirar o fôlego entre ele e Katniss.

A escrita da autora melhorou 100% nesse livro.  Ela soube dar ênfase e não deixou a história morrer, como muitos autores acabam deixando nas sequências dos livros. A cada final de capítulo ela deixa aquela frase que faz você não parar de ler por um segundo (o que foi o meu caso). Suzanne conseguiu passar os sentimentos dos personagens muito mais intensamente. Sentimo-nos na pele deles em muitas ocasiões. E o final foi surpreendente e assustador.

Confesso que quando fechei o livro, parei por uns minutos e fiquei pensando naquelas últimas palavras, até a minha ficha cair do que realmente havia acontecido. Só quem leu sabe do que estou falando.

A capa está bem elaborada e muito chamativa com detalhes em laranja e o título e a ilustração em alto relevo. A diagramação está perfeita, com espaçamentos grandes e letras no tamanho certo. Dá para ler rapidinho e tranquilamente. E o mais perfeito de tudo, as folhas são amarelas.

Classificação:


“Em Chamas” entrou facilmente para minhas leituras favoritas, super recomendo ele para quem leu o primeiro livro da trilogia.
Espero que tenham gostado da resenha, beijos e até mais.





Um comentário:

  1. Ainda não acredito que não li essa série! Estou louca para ler os livros da Suzanne, a maioria os leitores falam tão bem. :D

    Beijos.

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir