sábado, 25 de julho de 2015

Resenha: Cidades de Papel, por John Green


Livro: Cidades de Papel;
Título original: Paper Towns;
Autor(a): John Green;
Páginas: 361;
Editora: Intrínseca;
ISBN: 9788580573749.


Depois que o filme Cidades de Papel foi lançado nos cinemas e está sendo um bafafá daqueles, eu fiquei curiosa para ler o livro e ver o que acharia da história, para depois ver o filme. Como é o John Green eu tinha certeza que não iria me decepcionar, mas não foi bem isso que aconteceu. Pelo menos não totalmente.

Nesse livro conhecemos Quentin, um garoto normal como todos os outros, que estuda, tem amigos nerds e sonha em ir para uma faculdade. Seus pais são psicólogos e ele tem uma vida pacata na cidade de Orlando. Mas o que torna ele diferente é sua vizinha Margo.

Margo por outro lado, é a rebelde da turma, popular e todos a adoram. Seus pais estão nem aí pra sua vida. É por isso e por outros motivos que ela é desse jeito todo largado e faz as coisas que faz.

O livro inicia com Margo convidando Quentin para uma noite de aventuras (detalhe que eles só se falavam quando era crianças), mas não aventuras normais, Margo decidi se vingar das pessoas que a fizeram mal. São 11 planos diferentes para um noite só e ela precisa da ajuda de seu vizinho Quentin.




Nessa parte que inicia o livro, fiquei super empolgada e tive a certeza que seria mais um daqueles livros ótimos que iria me prender de cabo a rabo. Os dois personagens passam por coisas engraçadíssimas e eu me senti como se estivesse vivendo tudo aquilo com eles.

Porém, depois da primeira parte é que a leitura começa a decair. Acontecem umas coisas (que não vou falar porque acredito que seja spoiler) que fazem o Quentin ser totalmente vulnerável á Margo. Ele parece ser seu cachorrinho e fica atrás dela dia e noite, esquecendo-se de viver sua vida e deixando tudo e todos para segundo plano.

Demorei muito para conseguir ler essa parte. A escrita do John Green se torna monótona e muitas vezes chata, não acontecia nada!

"Se eu surtasse toda vez que uma coisa ruim acontecesse no mundo, ia acabar completamente pirado."

Quando finalmente acabei a segunda parte e fui para a terceira (o livro é dividido em três partes), foi como se eu estivesse lendo outra coisa. Tudo fica mais divertido e gostoso de ler. Porém o final me desagradou muito, achei que ficou algo pendente no ar e eu fiquei procurando mais páginas para ler para ver se eu achava realmente o final correto. O lado bom de isso ter acontecido é que o livro foi imprevisível, com certeza eu não esperava isso. Mas não é porque foi imprevisível que eu tenha gostado do fim, muito pelo contrário.

A diagramação da editora está básica, sem nada de especial. A fonte e o espaçamento estão em um bom tamanho de serem lidos. Não encontrei erros na revisão.



Ao todo é uma leitura para se distrair e ficar com raiva em algumas partes. Só senti falta da personalidade do Quentin e de uma empolgação no meio do livro, já que foi a parte mais chata e eu não ficava com vontade nenhuma de continuar lendo. Foi por esse motivo que dei apenas três estrelas.

Recomendo para aqueles que gostem de um YA para relaxar e passar o tempo. O livro não é ruim, mas senti falta de algumas coisas na história. Se você ler, leia sem nenhuma expectativa, pois se não tenho certeza que irá se decepcionar igual eu me decepcionei.

Classificação:




38 comentários:

  1. Esse é o único livro do John Green que não tenho, de tanto que ouvi falar mal dele. Com a saída do filme, as pessoas voltaram com o auê em torno dele, mas mesmo assim minha vontade só desce. Eu acho que vou ver o filme e daí decidir se leio ou não... Vi que você não gostou do final - como tantas outras pessoas - e disseram que no filme mudaram o fim. Já viu o filme? Se sim, o que achou? Poderia fazer um "Filme x Livro" :3
    beijos bia <3
    renatavarela.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê, ainda não vi o filme, mas pretendo.
      Quando eu ver posso fazer um post assim ^^
      Beijos.

      Excluir
  2. Aconteceu a mesma coisa comigo, Bianca! Quando eu fui ler, o começo me cativou TANTO que eu pensei que finalmente eu ia gostar de algo do Green, mas aff, esse cara é só decepção :( Fiquei irritada nas mesmas partes e o final foi totalmente uma bosta na minha opinião, hahaha. Ele deixa muita ponta solta que eu sempre penso porque ele escreve então 300 páginas pra isso LKASDJSAKJAS. Mas acontece.

    Beijos,
    http://daniperere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani. Exatamente isso, as 300 páginas poderiam ter sido facilmente reduzidas á 200.
      Beijos.

      Excluir
  3. Olá,
    Não costumo me dar muito bem com os livros desse autor, por isso nem me arrisco em ler mais obras suas, elas simplesmente não me convencem. Mas pretendo dar uma chance ao filme, que já me deixou curiosa.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Inês, eu li ACEDE e amei! Aí li Quem é Você, Alasca? e odiei. Tenho uma completa relação de amor e ódio com esse autor.
      Beijos.

      Excluir
  4. Heey!
    Eu não curto muito os livros do John, mas concordo com você, no começo o livro parece ser legal, mas então a monotonia bate forte...
    Eu fiquei bem decepcionado com esse livro, eu espera algo mais haha
    Abraços!!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gui, ainda bem que não sou a única que tenho essa opinião.
      Beijos.

      Excluir
  5. Oi Bianca!
    Comecei a te seguir hoje e realmente acho que tive essa visão do livro que você teve.
    Falta algo. Sal ou pimenta, mas falta! HAHAHA
    Adorei aqui, parabéns pelo blog, voltarei mais vezes.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale, que bom que gostou! Realmente, falta um temperinho a mais.
      Beijos.

      Excluir
  6. Oii! Tudo bem?
    Eu ainda não li esse livro, mas deixei ele perto pra ler por causa do filme lançado agora e talz.
    To sem expectativa nenhuma. Eu não curto muito YA, então acho que será só uma leitura de passa tempo mesmo!
    Bjs
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Bianca,
    Assim como você, muitas pessoas acharam a segunda parte mais lenta, enrolada, monótona. Confesso que, para mim, o livro está perfeito, a não ser pelo final que me surpreendeu bastante e eu confesso que esperava algo totalmente diferente. Eu lembro que quando li (acho que foi no ano passado), fiquei louca com o final, mas depois, refleti bastante e percebi que foi bastante sensível e até mesmo, necessário.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos, Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamiris, como falei, o final foi bem imprevisível, mas mesmo assim eu não gostei.
      Beijos e obrigada.

      Excluir
  8. OI Bianca. Eu também as vezes ficava revoltada com o Quentin, pq querendo ou não ele foi meio " bobão " da margô. Tinha horas que eu perdia a paciência com ele. O que eu mais gostei no livro foi os amigos dele. Muitos engraçados e amigos de verdade. Beijos

    www.winterbird.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica, com certeza ele foi bobo por ela. Mas fazer o que né...

      Excluir
  9. Ótima resenha!
    Ainda preciso ler esse livro, mas sempre algum outro acaba atropelado ele...rsrs
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li o livro e nem vi o filme!! Mas vou ler! Adorei a sua resenha :)

    www.sonhodemargarida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Suas fotos me lembraram que eu preciso comprar posts its novos! haha
    Eu não sei se leria, mas quero muito assistir o filme.
    Daí se eu gostar da estória me arrisco com a leitura!
    Eu gostei da escrita do John, mas fico meio insegura quando se trata dos outros livros dele...

    Beijo
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa, amo post-its!!
      Amo a escrita dele, mas as vezes ele escorrega nas histórias.
      Beijos.

      Excluir
  12. Eu li o livro. Achei legal. O segundo melhor do John Green, na minha opinião. E adorei o filme, apesar de algumas pequenas diferenças.

    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Bianca! Bem que dizem que Cidades de Papel é o livro mais "fraquinho" do John Green, você pelo visto também não curtiu tanto assim a história... Eu não posso comentar muito, porque só li ACEDE e gostei, mas todo mundo que eu conheço e que leu Cidades de Papel não gostou muito não. E apesar de a capa ser maravilhosa e de até terr um filme, não sei se eu leria...

    Beijos
    albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi, também li ACEDE e amei. Mas nem sempre os escritores conseguem nos agradar em tudo..
      Beijo.

      Excluir
  14. Confesso que o livro não me chama muito a atenção, principalmente porque já li falando exatamente o que você falou da personalidade de Quentin. Além disso, os personagens me parecem ser bem parecidos com outros já criados pelo autor.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, pois é, eu li mais por curiosidade mesmo.
      Beijos.

      Excluir
  15. Já li e adorei, pena que o final me decepcionou.
    http://leituranasnuvensb.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Bianca,
    Esse é um dos meus livros preferidos do autor.
    Me identifico mto com a forma como a Margo vê o mundo, e toda a reflexão que o livro proporciona.
    Ao contrário de vc, gostei bastante do final. Mas eu geralmente gosto desses finais em aberto, que deixam as coisas no ar.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alexandre, as vezes por você gostar desse tipo de final é que ele te agradou. Ao contrário de mim.
      Beijos.

      Excluir
  17. Olá Bianca! Eu ainda não vi o filme, pois prometi que só veria depois de ler o livro. Quero ler em breve e tirar minhas conclusões, mas dizem que o filme ficou melhor...vamos ver!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, será possível o filme ser melhor? Hahaha, vou ver e conferir.
      Beijos.

      Excluir
  18. Não faz muito meu estilo de livro, por isso ainda não li, e agora que vou protelar ainda mais. kkk
    Adorei a resenha, Bianca. Parabéns! :3

    http://amadoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Bianca gostei de saber sua opinião sobre essa leitura. Confesso que ainda não me animei para ler os livros desse autor, nem vi os filmes baseados em suas histórias, mas tenho uma noção das histórias devido as resenhas que leio.
    Beijos

    Leituras, vida e paixões!!,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, eu assisti ACEDE e amei, dá uma olhada pra ver se você gosta.
      Beijos.

      Excluir