domingo, 29 de março de 2015

Resenha: Ela Foi Até o Fim, por Meg Cabot

Livro: Ela foi até o fim;
Título original: She went all the way;
Autor(a): Meg Cabot;
Ano de publicação: 2010;
Páginas: 399;
Editora: Galera Record;
ISBN: 9788501082671.

Em Ela Foi Até o Fim conhecemos a personagem Lou, uma roteirista de sucesso, que ganhou Oscar por melhor filme e seus filmes são muito conhecidos.

Tudo ia indo muito bem, até que seu parceiro acabou de terminar um namoro de 10 anos, segundo ele, ele não estava pronto pra ter um relacionamento sério. Bruno, que é o cara que à abandonou, é ator de Hollywood que só ficou conhecido com um filme. Mas uma coisa horrível acontece, semanas depois de Bruno fazer isso, ele se casa com Greta, uma atriz linda, porém com uma mente pequena.

Depois de levar um baita pé na bunda, Lou decidiu que não iria mais se relacionar com atores, pois na sua cabeça todos os atores eram iguais e iriam iludir ela.
Algum tempo na história se passa e um de seus filmes está sendo gravado no Alasca, o ator Jack vai ir pra lá e Lou decide pegar uma carona no seu helicóptero e ir junto, porém um atentado cruel acontece e os dois se veem perdido no deserto de gelo, sem comida, sem água e sem nada para esquentá-los.


Imagem
Isso tudo já é ruim e piora o fato de que Lou odeia Jack e a relação deles é péssima. Uma corrida no tempo para salvar suas vidas e tentar descobrir quem iria querer mata-los e o porque disso.

Esse é o primeiro livro mais adulto da Meg Cabot que eu li, e gostei muito por sinal! Até achei estranho que ela escreveu um livro assim com seu nome, porque na maioria das vezes ela usa um pseudônimo, quando o livro é mais adulto.

A história é escrita em terceira pessoa, porém gostei bastante. A escrita é bem leve e te envolve muito, nem parece que tem 400 páginas.

A diagramação está ótima e eu amo essa capa. Recomendo para todos e virou meu livro favorito da autora.

Classificação:


8 comentários:

  1. Adoro esse livro! *--*
    Li ele no ano passado na versão em inglês e fiquei super feliz porque entendi a história e ri muito da Lou e do Jack. Realmente é um dos melhores livros que já li da Meg.
    Sobre ela assinar com o nome e não o pseudônimo creio que é pelo fato do livro ser meio artiguinho, na época ela ainda não havia criado o pseudônimo, até no meu livro vem com o nome de Meggin Cabot. ;)

    http://vicioseliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Niina, eu tenho muita vontade em ler um livro em inglês. A Lou e o Jack são muito engraçados mesmo, a Meg Cabot caprichou nesse livro.
      Beijos.

      Excluir
  2. Olá!
    Conheço a autora e amei os livros dela. Por isso daria com certeza uma chance pra esse!
    A estória parece bem legal e até agora não me decepcionei com nada que li da Meg!

    Beijos, estou seguindo aqui!
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa, eu já me decepcionei com muitas leituras da Meg, mas essa é surpreendente e você deveria ler.
      Beijos.

      Excluir
  3. Oi Bi!
    Ahh Livros da Cabot sempre com ótimas repercusões. Só li dela, A Mediadora, e amei profundamente. Apesar de não ter a série em físico, desejo muito e um dia ainda compro os seis <3
    Esse não me pegou de primeira, porque não tem o elemento fantastico como A Mediadora, mas ainda fiquei curioso.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi David, eu sou louca de curiosidade de ler A Mediadora, todos falam muito bem e eu não vejo a hora de poder ler essa série.
      Beijos.

      Excluir
  4. Ooooi,

    Primeriamente parabéns pelo blog <3

    Segundamente (?????) MEG DIVA SOBERANA AMOR DA MINHA VIDA CABOT! Ela é o motivo da minha vida literaria fazer sentido. AMEI ver a resenha dele aqui <3
    Eu como fã -viciada - tenho esse livro e devorei super rapido. Realmente é bem mais adulto dos demais livros, mas tão incrivel quanto. Comédia e romance na medida certa.
    AMEI a resenha <3


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, Meg é muito boa no que faz. Eu peguei esse livro emprestado, então não possuo, mas pretendo comprar em breve.
      Que bom que gostou.
      Beijos.

      Excluir